Bruschetta clássica feliz

Para quem não sabe (sei lá, às vezes acontece), bruschetta é um pão italiano fatiado com alguma coisa aparentemente normal em cima mas que é muito bom. Tão bom que a minha irmã estava morrendo de vontade de comer uma a tanto tempo que eu acabei entrando na onda dela. E como as finanças da família (para variar) não estão das melhores, resolvemos fazer nossas próprias bruschettas neste fim de semana aqui em casa.


Obviamente não fizemos a receita oficial e sim uma versão do que lembrávamos que era e de como poderia ficar legal. Olhem só:

Porção: 2 formas cheias que serviram de lanche da tarde para uma família de 6 pessoas (o lema aqui é "melhor sobrar do que faltar")
Nível de dificuldade: é bom saber lidar com fogão e forno, ligar, não se queimar, essas coisas

Ingredientes:
  • 2 pães italianos 
  • 5 tomates picadinhos
  • 5 dentes de alho (nós gostamos muito, por mim poderia ter até mais)
  • Azeite para refogar
  • Pimenta do reino 
  • Sal
  • Orégano
  • Folhinhas de manjericão 
  • Queijo ralado (usamos mussarela - ou muçarela, ou ainda mozrela)

Modo de preparo (há fotos para ajudar!):
Em uma panela, doure um pouco o alho no azeite. Depois jogue os milhões de pedacinhos de tomate e os outros temperinhos. Como a minha irmã tem nível muito mais avançado de cozinha, ela não sabe as medidas exatas desta etapa e vai colocando conforme o coração manda. Na dúvida, não exagere. É bom deixar a mistura ferver um pouco para secar a água formada pelo tomate.


Corte os pães em fatias um pouco grossinhas para sustentar o recheio e distribua-os em uma forma. Jogue o tomate temperadinho, depois o queijo ralado e por fim as folhinhas de manjericão, que além de darem um gosto muito bom também enfeitam, quem diria!


Coloque em forno não muito quente (acho que colocamos em 150ºC). Não demora muito, é só o tempo do queijo derreter e o pão ficar mais crocante, e pronto! Diversão garantida para os próximos minutos.

Comentários