Pular para o conteúdo principal

Morimoto

Eu nunca vi um episódio inteiro de Iron Chef mas meu marido viu, disse que o Morimoto era foda, então decidimos ir em um dos seus restaurantes que fica na Philadelphia para comemorar o nosso aniversário de casamento (oun!).


A decoração é super modernosa, as luzes que destacam os bancos das mesas mudam de cor, o teto é de madeira mas curvo, e só de por o pézinho na recepção você já sabe que é um restaurante baseado em uma culinária tradicional mas que modernizou e se ocidentalizou um pouco para se adaptar ao meio que está. E isso é muito bom quando bem executado!


Ao mesmo tempo, talvez por causa disso, não nos sentimos encorajados a tentar o menu Omakase deles: sushi é coisa sagrada, centenária e, principalmente, cara; se for pra torrar essa grana, que seja no lugar tradicionalzão que só faça sushi há pelo menos 3 gerações - sim, somos muquiranas mesmo xD.
O que deixamos na mão do chef foi a seleção dos peixes pro prato de sushi e sashimi que pedimos, que dizia no cardápio ser com peixes da estação (eu achei que só tinha essas coisas para frutas e tal, hehe). E estava muuuito bom! Não lembro do nome da maioria dos peixes (na verdade só lembro do atum, do salmão e do chu-toro do atum) e estava tudo ótimo e fresco. O chu-toro, que nem era o toro propriamente dito, já estava sensacional!


De entrada pedimos uma barriga de porco, que geralmente não tem como errar mas essa estava muuuito boa e bem feita; e uma sopa de frango que, segundo o cardápio, seria como se fosse uma sopa de ramen. Geralmente quando um restaurante fino bota uma sopa de frango no cardápio, que teoricamente é uma coisa simples, é porque a sopa deve ser fodalástica (foi o que aconteceu quando fomos no Din Tai Fung) então sempre que tem a gente fica curioso e pede. Infelizmente esta era só ok e muito salgada pro nosso gosto.


Fiquei muito feliz com o prato principal e tudo, mas o que mais me surpreendeu e o que me fez vontade de querer voltar lá foi a sobremesa. A essa altura da janta, eu nunca espero que um restaurante que tenha tantos pratos principais diferentes (eles também fazem pratos a la carte sem sushi) tenha boas sobremesas. O que a gente sempre vê por aí são sorvetes, ou mochis recheados de sorvete, ou sorvete frito e em todos os casos os sorvetes são comprados prontos. Quando eu leio no cardápio uma sobremesa chamada "Matcha matcha matcha", eu não tive como passar reto! E, minha gente, que decisão boa que eu tomei! Uma das melhores sobremesas que já comi! Bolinho de chocolate meio amargo, recheado com mais chocolate e matcha, com sorvete de matcha e um pocky de matcha de enfeite. Para quem já gosta de chocolate amargo e matcha, a coisa é maravilhosa desse jeito aí que você tá imaginando. E, por incrível que pareça, os dois amargos não deixam a coisa mais amarga ainda, é um equilíbrio doido que deu muuito certo!
O marido pediu choux cream de morango, que na teoria parecia melhor que foi na prática. Não era ruim mas poderia ter sido bem melhor!


A visita valeu muito a pena, saiu mais barato que o planejado e saímos mais forrados que pensávamos! Win-win!


Ficha feliz:
  • Satisfação da gordinha: sai mais feliz com o doce que com os peixes
  • Preju: em torno dos US$100 
  • Unidade visitada: 
    • 723 Chestnut St, Philadelphia, PA
    • 215-413-9070
    • morimotopa.info@starr-restaurants.com
  • Horário de funcionamento: 
    • Segunda à quinta, das 11:30 às 14:00 e das 17:00 às 22:00
    • Sexta, das 11:30 às 14:00 e das 17:00 à 0:00
    • Sábado, das 17:00 à 0:00
    • Domingo, das 17:00 às 22:00
    • Happy hour: segunda à quinta, das 17:00 às 19:00
  • Site: https://morimotorestaurant.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Outback

Siiim! Finalmente um post sobre o lendário Outback, diretamente da minha unidade favorita! Wow, comecei o ano escrevendo muita coisa que estava devendo para minha consciência gordinha, que alegria!
Sei que o lugar dispensa apresentações: bacanudo, atendimento eficiente, comida boa e engordativa, filas insanas e a conta um pouco salgada. Mas acho que vale muito a pena reforçar tudo isso, além de expor algumas técnicas de sobrevivência que nunca caem de moda, aiquifodis.

A primeira delas é tentar chegar lá o mais cedo possível e com metade das pessoas que se sentarão com você presentes. Se algum destes itens faltar, é sentar e esperar, e muito. Em minha última visita, fui com a minha irmã e sobrinha um pouco depois que a casa abriu para o jantar em uma terça-feira, às 17:45. Às 18:30 resolvemos olhar um pouco a nossa volta e todas as mesas estavam ocupadas, é coisa de louco.


Começamos os trabalhos pedindo os clássicos Iced tea, servidos em caneconas estilosas (cujo modelo mudou desde o…

Receita: Chá de Pobá

Era para ser divertido e gostoso... mas não foi bem assim. Estragamos muita coisa, arriscamos muito e no fim... eu nem gosto de pobá no chá porque aquelas bolinhas me dão nervoso, haha. Ainda acho mais fácil comprar pronto na Liberdade mesmo! 

Nível de dificuldade: médio, se a gente soubesse das instruções antes Porção: com o que sobrou do que deu certo, 4 copos grandes 
Ingredientes: 1 xícara (chá) de bolinhas de tapioca 2 xícaras (chá) de água 1/4 de xícara (chá de mel)1 xícara (chá) de açúcar mascavoLeite, creme de leite ou leite condensado à gostoChá preto forteAçúcar, mel ou frutose para adoçar
Modo de preparo simples: Cozinhe as bolinhas de pobá e reserve. Enquanto isso aqueça a água e acrescente o mel e o açúcar mascavo. Deixe a mistura esfriar e jogue as bolinhas. Monte em um copo as bolinhas coadas, o chá, o leite, o gelo e adoce à gosto. 
Modo de preparo com dificuldades da vida:  A únicas bolinhas que encontramos para vender na Liberdade eram branquinhas (na Casas Bueno, não est…

Receita própria: Banana com Neston

Parece bobo e realmente é: sabe o slogan do (ou da?) Neston que é algo a ver com existirem 1000 maneiras de prepará-lo? Quando eu era criança eu queria experimentar os 1000 jeitos e às vezes apelava para conseguir mais receitas diferentes: por exemplo, ter açúcar em uma e não ter geravam duas receitas, uhul!  Depois passei muito tempo sem querer ver uma lata de Neston na minha frente (sim, eu sei que agora não é mais lata mas *velhinha mode on* na minha época era *velhinha mode off*) porque eu tenho essa mania de gostar de algo e comer até enjoar. Há pouco tempo voltei a misturar esses floquinhos felizes em uma coisa ou outra, mas com moderação. 
Gostaria de dividir com vocês receitas mais legais mas cozinho tão bem quanto sei voar. Então é o que temos para hoje: Banana com Neston! \o/

Porção: 1 pratinho cheio para uma pessoa Nível de dificuldade: besta de tão fácil que é
Ingredientes: 1 banana (pode ser de qualquer tipo) 2 colheres de sobremesa de neston 1 colher de sobremesa de açúcar o…