segunda-feira, 30 de maio de 2016

鼎泰豐 - Din Tai Fung

Não conseguimos subir no Taipei 101, mas fomos em um dos restaurantes mais famosos da cidade que fica na base dele, o Din Tai Fung. O lugar tem 1 estrela Michelin e filas lazarentas de espera em todas as filiais espalhadas pelo mundo. Isso tudo porque eles servem os dumplings (gyozas, shumais e afins) mais bem feitos do universo! É impressionante assistir o processo, tem até um número certo de dobras necessárias para fechar os bolinhos.


Estávamos em um grupo grande e deixamos o pessoal entendido fazer o pedido por nós. O serviço é muito bom, tudo chegou bem rápido e bonito, em cestos de bambu. Eles também preparam o molho para passar os bolinhos no seu prato na hora. A especialidade deles é o soup dumpling, que é o bolinho que também tem sopa no recheio. Descobri isso tarde demais e babei muito na hora, hehe.


Achei tudo muito gostoso, muito bem feito, recheado, temperado, realizado e tudo mais. Definitivamente os bolinhos mais bonitos que já comi! Também gostei muito do arroz frito e da sopa de frango - que era só uma sopa de frango e mais nada, mas não sei porque era tão gostosa que dava vontade de tomar o tempo todo... talvez magia?


Para fechar bem o almoço, a conta foi bem leve, talvez um pouco cara pros padrões de Taiwan porque lá é possível achar muita comida boa gastando pouco, mas para nós valeu muito a pena. Merece muito a fama que tem!


Ficha feliz:
  • Satisfação da gordinha: saiu satisfeita, feliz e se sentindo mais chique
  • Preju: mais ou menos US$20 por pessoa
  • Unidade visitada: 
    • B1F, No 45, Shifu Rd - Xinyi District, Taipei
    • :+886 2-8101-7799
  • Horário de funcionamento: 
    • Domingo à quinta, das 11:00 às 21:30
    • Sexta e sábado, das 11:00 às 23:00
  • Site: http://www.dintaifung.com.tw/en/default.htm

terça-feira, 24 de maio de 2016

聚 北海道昆布鍋 南昌店 - Giguo Nanchang Poly Hokkaido Kelp Pot Shop

Aviso: talvez o nome do lugar não seja bem esse; não sei ler chinês e dependi do google para criar a versão do nome em caracteres romanos. Deve ser um daqueles casos de tradução zoada que quando é o contrário a gente tira sarro! E Hokkaido se refere à região norte do Japão; se era realmente o estilo de lá não sei dizer porque nunca fui. Ainda.
Esta foi a primeira vez que fui em um restaurante especializado em shabu shabu, que é consideravelmente popular em Taiwan por ser um tipo de hot pot.


O salão é lindo e, apesar de todas as mesas terem a sua própria boca de fogão, o lugar não ficava enevoado e a gente não saiu defumado com cheiro de comida (e não faço ideia de qual magia eles usavam para isso não acontecer). O serviço também era ótimo, sempre ficavam de olho se as sopas das panelas não precisavam ser repostas ou manter o copinho de vinagre de ameixa de qualidade cheio (tão bom que era uma bebida e ajudava na digestão).
Falando nele, era muito diferente, doce e ácido ao mesmo tempo. No começo isso me deixou bem confusa, mas você se acostuma depois de alguns shots!


Havia algumas variações de combo no cardápio, o meu set foi carne (claro), caldo de sopa Hokkaido Konbu, noodles de peixe, udon e chá preto com pêssego (que só chegou no final e nem pude curti-lo muito!). O esquema era colocar suas comidas para cozinhar na sopa, passar em um molho muito bacana e comer. A carne era ótima, só precisava de alguns segundos para cozinhar porque era bem fininha e pedimos até um repeteco dela! Já o pior foi o noodles de peixe, que vinha em um saquinho com um furo, que dava o formato de macarrão conforme a pasta de peixe ia saindo. Não era muito bonito e só consegui comer de um dos tipos.

Pasta de peixe que caía na sopa de maneira suspeita xD

Ainda incluso no set minha sobremesa foi uma pirâmide de raspadinha com feijão vermelho (que é doce) e leite condensado. Muito bonito, só poderia vir nadando em mais leite condensado pro meu gosto gordinho.

Ficha feliz:
  • Satisfação da gordinha: saiu cheia, quentinha e feliz
  • Unidade visitada:
    • No. 216, Section 2, Nanchang Rd
    • Zhongzheng District, Taipei City - Taiwan
    • +886 2 2368-3118
  • Horário de funcionamento: todos os dias, das 11:30 às 14:00 e das 5:30 às 21:00
  • Site: http://www.giguo.com.tw/en/store.aspx

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Raohe Street Night Market

Depois de passar por outros 2 night markets (o primeiro foi muito ruim, já o segundo em Kenting era bom mas ficava em uma rua movimentada, inclusive por carros) fomos conhecer o Raohe Street Night Market - este já em Taipei, perto da estação Songshan do metrô.
Aqui a rua era realmente fechada, havia duas fileiras de barraquinhas e a maioria delas era de comida. Ainda havia as lojas da própria rua, que pareciam ser interessantes mas não tivemos muito tempo (e nem energia) para investigar muito!

Saindo do metrô, procure pelo templo Taoísta, que é o começo do night market

Ninguém aceita cartão e a vantagem é que é tudo muito barato, então não é necessário levar tanto dinheiro. Acho que comemos (e muito) por menos de 10 dólares. É cheio, não há conforto e nem respeito ao espaço pessoal, mas tá valendo pela comida boa e pelo menos dava para andar!


Nossa primeira parada foi para comer arroz frito, que na verdade ficava em uma rua perpendicular à principal. Recebemos um papel para fazer o pedido e... ninguém sabia ler chinês. Por chute de ideogramas, pedimos um muito bom com frutos do mar. De qualquer maneira acho que todos seriam gostosos! E dada as condições o atendimento foi ótimo, nos deram até banquinhos e tigelas!


Um clássico destes night markets são as linguiças fritas, que são um pouco adocicadas e ótimas! Sempre vai ter pelo menos 3 barracas diferentes vendendo na mesma rua. Como a concorrência é dificil, este cara colou sobrancelhas no cachorro dele para chamar a atenção e deu certo! Compramos uma lá e ainda tirei foto e mexi no cachorro, hoho!


Da parte dos doces o meu favorito foi a panqueca de banana, que ainda tinha opções de calda de chocolate e leite condensado, hoho! Também gostei muito do leite frito (traduzindo é isso mesmo), que tem um sabor bem simples e feliz.


Não consegui tirar muitas fotos das comidas por falta de mãos livres. É uma ótima opção de comida boa, barata e sem frescura - tão bom que há vários espalhados pela cidade e fazem parte de qualquer roteiro turístico de Taiwan.


Ficha feliz:
  • Satisfação da gordinha: saiu rolando muito cansada 
  • Preju: no máximo uns R$30
  • Horário de funcionamento: das 17:00 à 0:00

terça-feira, 26 de abril de 2016

Comida de avião - EVA Air

Até hoje só tinha experimentado as comidas horrorendas de companhias dos Estados Unidos e a coisa tava indo tão mal que a última vez que tentei comer uma parte da janta passei mal pelo resto do voo. Depois disso comecei a levar a minha própria marmita e só aceitar água das aeromoças!

Fui para Taiwan no começo deste mês pela EVA e a coisa é completamente diferente! Para começar, as aeromoças são impecáveis, estão sempre lindas (o marido havia observado isso antes e infelizmente preciso concordar) e trabalham felizes. Na hora de servir as refeições, elas trocam o blazer do uniforme por um avental rosinha feliz (que pode ser comprado na lojinha deles, haha) e quando acabam voltam a usar o blazer. É muita disciplina! Coisa que você jamais verá em um voo da American Airlines, infelizmente.

Mesmo estando na classe econômica, há um menu de opções (quem diria!) para as comidas e as bebidas. Tinha até calpis water e o chá preto era excelente (a qualidade do chá já estava subindo já no caminho para Taiwan). Também era possível ficar levemente bêbado sem ter que pagar a mais para isso. 

Calpis water
E não é que as comidas eram boas? Tinham gosto e eu não virei um balão de ar (para garantir que isso não acontecesse evitei os brocolis, heh)! Ainda tenho o problema de perder completamente o apetite no avião e não comi tudo. Eram duas refeições e entre elas ainda havia um sanduíche; na volta o remédio para dormir funcionou tão bem que eu nem vi a cor desse lanche. Ah e os potinhos eram lindos, queria trazer todos para casa! xD

Café da manhã estilo ocidental

Um voo de 15 horas é super chato, ter um bom atendimento e comida decente ajuda muito a deixar a situação menos pior. As companhias aéreas da America ainda têm muito o que aprender! 

terça-feira, 15 de março de 2016

Blue Apron

Conhecemos o Blue Apron pegando uma semana grátis para experimentar e depois pegamos outras duas vezes sem querer (esquecemos de cancelar, hehe).
É um serviço que manda para sua casa, no caso do plano que escolhemos, 3 receitas por semana com todos os ingredientes separados, medidos e praticamente pronto para serem usados. As únicas coisas que precisam ser por sua conta são ingredientes básicos (óleo, sal, pimenta, etc.), as panelas e a capacidade de seguir a receita. Chega tudo em uma caixona, que dentro ainda tem plástico bolha térmico e pacotes de gel congelado.


Geralmente elas não são muito difícies mas às vezes a gente fica com preguiça ou impaciente porque são muitos processos de uma receita que você não faz ideia de qual é e que não pode improvisar muito. Já teve uma vez que achei que era cebola demais, coloquei só uma parte do que deveria e foi a melhor decisão que tomei!


Sobre as receitas, geralmente tem sempre uma que a gente gosta menos, principalmente quando mandam bagre, que é um peixe muito sem graça e que precisa de muita coisa pra disfarçar o gosto forte. No geral é bacana, dá certo e tem também as receitas que um dia dá vontade de repetir (e aí o problema é a preguiça de comprar todos os ingredientes necessários, hehe).


Não é lá muito baratinho, são 60 dólares por semana, mas uma vez ou outra é bacana.
E não, não estou ganhando nada para fazer este post. Ainda. xD


terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Nan Zhou Hand Drawn Noodle House

Fomos para Chinatown e claaaro que a gente tinha que comer algo por lá! Do lado do mercado onde fizemos algumas comprinhas, havia este restaurante com um lindo "massa feita à mão" no meio do nome. Já havia lido alguns reviews por cima e resolvemos conhecê-lo.

Infelizmente não tem uma vitrine com um moço fazendo malabarismo com a massa como no Rong he e o atendimento também não foi lá muito bom (não fomos destratados mas ficamos um pouco de canto e a moça malemá olhou pra nossa cara). Em compensação as panquecas de cebolinha chegaram bem quentinhas, crocantes e maravilhosas e o macarrão ficou pronto ainda antes, talvez uns 2 minutos depois que pedimos!


A massa era realmente muito boa, faz toda diferença ela ser feita na casa e estar fresquinha, e só por isso a visita valeu! Pena que a sopa era muito, mas muito sem graça mesmo. Talvez tenham feito de propósito para dar destaque para a massa, só que exageraram demais na falta de gosto, haha. Eu pedi com fatias de carne, que também estavam sem graça; já o do marido era carne de porco assada e estava bem melhor. Também pedi para tirar o coentro porque ninguém merece essa ervinha do demônio, ick!


Se a sopa tivesse um pouquinho mais de emoção eu voltaria, recomendaria e faria a dança da alegria gorda na porta do estabelecimento, que também tem um espaço muito bom para grupos. Queria muito que tivesse dado tudo certo!  =(


Ficha feliz:

  • Satisfação da gordinha: saiu só meio feliz =(
  • Preju: mais ou menos US$10 por pessoa
  • Unidade visitada: 
  • 1022 Race Street - Chinatown / Philadelphia, PA 
  • (215) 923-1550
  • Horário de funcionamento: 
  • Domingo à quinta, das 11:00 às 22:00
  • Sexta e sábado, das 11:00 às 22:30
  • Site: http://nanzhounoodlehouse.com

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Surah

Pelo mesmo amigo que nos levou ao Miss Korea, conhecemos o Surah, que também é um lugar de churrasco coreano só que desta vez mais perto de casa e com um esquema muito mais em conta: 30 dólares por pessoa e podendo comer tudo à vontade - inclusive dá para ser o maluquinho dos frutos do mar e se entupir só de camarão, coisa que não faço porque tenho preguiça de tirar a casca de todos e vamos combinar que uma carne fritinha é muito mais interessante, hehe.


O ambiente é todo coreano, inclusive as músicas, e foi muito bom ter novamente alguém que sabia o que pedir e ainda pedir no idioma original, haha. Há muitas mesas, muita conversa e mesmo assim os funcionários se desdobravam para atender todos. O difícil deste tipo de lugar é que eles precisam ficar de olho nas carnes das grelhas de todas as mesas, se estão boas, se precisam ser repostas, cortadas, etc. A gente não se importava de cuidar da nossa própria carne e mesmo assim sempre alguém aparecia para cuidar da nossa grelha.


Além das montanhas de carnes que comemos (que estavam ótimas e não me arrependo de nada), também havia acompanhamentos bacanas, que também podiam ser pedidos à vontade e outros pratos que poderiam ser pedidos à parte, como uma sopa vermelha de tofu malignamente apimentada que tive o azar de querer experimentar (felizmente não pedi porque jamais conseguiria beber tudo, argh). Havia também dois molhos para comer com as carnes, ambos ótimos e meu favorito foi o de miso, para variar. xD


Estou doida para ter uma desculpa para voltar lá. Parece que também há uma opção com menos itens disponíveis por um valor mais baixo mas, já que é pra se acabar, prefiro que seja com tudo que tem direito. \o/


Ficha feliz:
  • Satisfação da gordinha: saiu rolando defumada e feliz
  • Preju: US$30 por pessoa
  • Unidade visitada: 
    • 1121 Bethlehem Pike
    • (267) 470-4310
  • Horário de funcionamento: todos os dias, das 11:00 às 22:30