Novilho de Prata

Há muitos anos não entrava em uma churrascaria, tanto pelo preço quanto por falta de ocasião. Não tem nenhuma que seja acessível por transporte público, porque faz sentido que quem tenha grana tenha carro - exceto o Vento Haragano que custa os meus rins cravejados de rubis e fica lá na Avenida Rebouças. Minha família, que teria como me levar de carro, não se empolga muito em gastar uma grana para boa parte das pessoas não se acabarem de carne. Acreditam que a minha irmã nem curte? Um absurdo.

Felizmente (ou infelizmente, mas vocês não precisam ler mimimis) rolou uma chance e fomos no Novilho de Prata, que já é uma velha conhecida nossa por ter um custo-benefício muito bom. Não é tããão caro assim, ainda mais se Fogo de Chão for um parâmetro, e o lugar é bem bacanudo.

Vemnimim carne!
Algumas coisas mudaram desde nossa última visita: o salão continua bem amplo, só que uma parte dele pode ser fechado em um cubo em caso de eventos reservados, muito chique. Quando fomos, estava rolando um aniversário. Mesmo assim ainda havia muitas mesas disponíveis. Também há uma sala de recreação infantil, para deixar os pequenos à vontade enquanto os pais ainda estão se acabando de comer.


Não tivemos problemas com o rodízio. Eu nem tinha virado a bolachinha para o verde e já estavam me oferecendo carnes, oooh que pena! Passaram muitas, não demoravam muito para trazer pedidos à parte, como a minha amada picanha com alho, por exemplo. Só tenho que reclamar que em uma das vezes a carne veio bem passada demais, já estava virando carvãozinho. De resto estava tudo ótimo. Comi até algumas carnes ao ponto, coisa que nunca faço, sem perceber.

Picanha com alho, oooh!
Pratinho de carne do namorado

Para o pessoal maluco da minha família que não é chegado em carne, havia uma mesa enorme de saladas, com muita variedade MESMO. Claro que não dá para confiar nos sushis que servem em churrascarias (arroz fora do ponto e recheios esquisitos como morango >_<), mas pelo menos o sashimi de truta de salmão estava bom. E os palmitões?! Oooh eu amo aqueles palmitões! Devo ter comido mais de 10 deles. Sei que eles podem transmitir botulismo, mas confio que o recinto tenha comprado palmitos de qualidade e/ou os tenha fervido antes. E se você come 1 ou 10, o risco é o mesmo.

Prato de saldas quase light da irmã
Meu prato de salada
O prato de salada que eu queria ter pego
O rodízio também inclui porções que serviriam para complementar, mas que ninguém quase percebeu a existência, como arroz, polenta, batata frita e onion rings. Apesar de só ter roubado algumas batatinhas, achei a ideia boa. Os sucos são servidos em jarrinhas felizes e ainda tem balinhas na saída.
O cardápio de sobremesa pareceu interessante, mas quem disse que cabia alguma coisa depois de tanta carne?


Ficha feliz:
  • Satisfação da gordinha: saiu rolando muito feliz, praticamente em coma alimentar
  • Preju: o rodízio era R$67,00 por pessoa, a conta total era de infartar
  • Unidade visitada: 
    • Avenida Marquês de São Vicente, 1215
    • (11) 3619-5454
  • Horário de funcionamento: 
    • Segunda a sexta, das 11:00 às 16:00 e das 18:00 às 0:00
    • Sábado, das 11:00 à 00:00
    • Domingo e feriados, das 11:00 às 22h00
  • Lotação: 320 pessoas
  • Site para maiores informações: http://www.churrascarianovilhodeprata.com.br

Comentários