A comida da Ludus

Não sei se vocês sabem, mas a Ludus é um lugar muito, mas muito legal mesmo. Além de ter muitos jogos de tabuleiro disponíveis, inclusive muitos importados, com monitores que explicam cada um deles; o cardápio da casa é de matar.  A surpresa se deve em parte por não se esperar um cuidado tão grande com um aspecto que não é o principal da casa, mas acertaram em cheio com essa preocupação porque enquanto se joga com certeza alguém vai pedir algo para comer em algum momento.

Betrayal at the house on the hill. Recomendadíssimo!

Começamos a muitos anos atrás pedindo os lanches, que não são nem um pouco miserentos e muito bem feitos. Depois que descobrimos o esquema feliz do almoço de domingo (não se paga couvert lúdico, que é uma taxa que todo mundo paga para jogar, das 11:00 às 16:00 desde que cada um peça algum prato), só pedimos entradas e pratos menores para que cada um tenha pedido uma comida e todo mundo experimenta tudo!


E que entradas. A que mais gosto com certeza é o Hey that's my chicken, que são anéis de frango empanados e fritos e que acompanham um molho oriental que provavelmente é a base de shoyu e gergelim. São ótimos e sempre chegam bem quentinhos à mesa.


Em segundo lugar, e nem por isso com menos mérito, vem a Jenga gigante, que é nada mais nada menos que um balde com 1 quilo de batata fritaaa! Não pense que elas chegam de qualquer jeito, não senhor: são muitas batatas sequinhas, coradinhas e quentinhas. Acompanham um molho à base de mostarda que é muito bom também.


Esperando o mesmo sucesso dos frangos, experimentamos em minha última visita o Hey that's my beef, mas não fomos tão felizes. Não é ruim, mas não há nada de especial. A carne vem sem graça, sem muita cor e gosto, e o pão não é suficiente - poderia vir mais, até para comer com o molho que sobra no prato. Sim, eu gosto muito de comer pão com molho que sobra, hehe.


Só há um defeito: geralmente não há espaço suficiente para a comida e os jogos. E o cuidado que precisa se ter para não cair nada? Sem dizer que a maioria das pessoas vão em grupos, então falta espaço no geral mesmo. Mesmo assim uma visita à Ludus é diversão garantida, seja pelos jogos ou pela comida. Sempre sinto saudades deles e não reclamaria se houvesse mais casas do gênero na cidade!

Ficha feliz:
  • Satisfação da gordinha: saiu feliz em vários aspectos
  • Preju: em torno de R$35,00 (sorry, não lembro dos preços) 
  • Unidade visitada:
    • Rua Treze de Maio, 972
    • (11) 3253-8452
  • Horário de funcionamento: é mais fácil checar neste link aqui
  • Lotação: 170 lugares
  • Site para maiores informações: http://www.ludusluderia.com.br

Comentários