Lamen Kazu no Espaço Kazu

A gente ouve tanto sobre o Lamen Kazu que meus irmãos estavam para lá de curiosos para conhecer o recinto. Ouvimos muita coisa boa, inclusive que seria o mais próximo de um lamen true que poderíamos encontrar por aqui. Infelizmente esta informação não se confirmou, mas a visita foi interessante mesmo assim!

Tentamos chegar no começo do horário da janta, pois já sabíamos que o restaurante é pequeno e que um lugar é disputado à tapas. Sim, já tinha fila de espera! Para nossa surpresa, quando dissemos que estávamos em 7 pessoas, o rapaz que cuidava da fila nos indicou uma mesa no Espaço Kazu, que tinha muito mais espaço (rá, sacou?) e que os lamens seriam levados até lá. Como são dois estabelecimentos distintos e do mesmo grupo, este esquema era possível mas a conta tinha que ser fechada no lado Lamen. Foi um pouco confuso, mas o moço foi bem simpático e deu tudo certo.


Nossos lamens chegaram no outro endereço (que fica na mesma rua, só um pouco mais a frente) um pouco depois que nos sentamos, muito rápido. O salão era realmente muito mais amplo e assustadoramente vazio para um sábado à noite. Eis que surge nosso primeiro ponto negativo: uma atendente reclamando que não dizíamos logo qual lamen era de quem e que estava se queimando. Merecido, afinal quem mandou pegar no chawan pelo fundo? Ainda bem que a lazarenta não voltou mais a nos servir depois dessa grosseria.

O espaço do Espaço Kazu

Como de praxe, pedimos uma porção de gyoza que não valeu muito à pena: era pequena e os gyozas em si não tinham nada de especial. Uma pena quando não dão o real crédito para estes bolinhos tão tudibom nessa vida. 


Meu lamen estava muito bom, não tenho o que reclamar. O molho era bem gostoso, talvez um pouco salgado, dependendo do gosto de cada um; acompanhamentos em boa quantidade; carne bem passada e molinha. Queria ter experimentado a massa importada, parece que esta de agora é de fabricação própria porque eles tiveram problemas com a importação. Mesmo assim ela estava boa, bem soltinha e no ponto certo de cozimento.


O segundo ponto negativo apareceu no prato da minha irmã, cujo macarrão estava todo empelotado. Ela não quis causar maiores transtornos e só avisou mesmo sobre o problema quando nos trouxeram a conta - provavelmente porque ela foi trazida por um moço simpático, ah sacaninha!

Apesar de tanto esforço por parte de alguns atendentes, nossa experiência não foi das melhores. E pelo preço salgadinho que pagamos, ainda sou mais o Mugui (só para ter algum grau comparativo, preciso muito escrever sobre ele!).


Ficha feliz:
  • Satisfação da gordinha: saiu rolando feliz e quentinha
  • Preju: rachei a conta com a família, deu uns R$30,00 por pessoa
  • Unidade visitada: 
    • Rua Tomás Gonzaga, 51
    • (11) 3277-4286
  • Horário de funcionamento: 
    • Segunda à sábado, das 11:00 às 15:00 e das 18:00 às 22:30
    • Domingo, das 11:00 às 15:00 e das 18:00 às 21:00
  • Lotação: 32 lugares
  • Site para maiores informações: http://lamenkazu.com.br

Comentários