Kidoairaku

Finalmente consegui encontrar o Kidoairaku aberto (os horários de almoço e janta terminam relativamente cedo e não abre de domingo), o da janta e com lugares disponíveis (no balcão, que não é lá muito confortável, não tem ninguém fazendo comida na sua frente mas tá valendo!). Não se deixe levar pelo preconceito do ambiente super simples (beirando o desleixado): a comida é ótima e os atendentes, mesmo às vezes não sabendo falar português muito bem, se esforçam muito para serem gentis. Pena que não souberam me explicar porque havia um chá preto de R$17 e outro de R$6 no cardápio. Na dúvida fiquei de chá verde, cortesia da casa e que incrivelmente não era amargo.


Há muitas opções no cardápio oficial e ainda outras, talvez temporárias, escritas à mão em papéis colados na parede (e com menos explicações também). Quando vi o chu-toro entre eles foi impossível de resistir, mesmo sendo R$27 por 4 fatias de sashimi. Puxa vida, era chu-toro e estava ótimo! Não me arrependo de nada!


Para compensar nos custos, pedi um teishoku mais em conta de frango grelhado com misso, que estava sensacional! Os acompanhamentos também eram legais, o problema era comigo que não comia algumas coisas como o mini nishime, que é um cozido de várias coisas que não sei a tradução que parece comida de velhinho. Ideia boa, só que não funcionou para mim.


Outra opção da mesa foi o nabeyaki udon, que era udon em uma panelinha com shimeji, verduras, pasta de peixe e outras cositas. Bem bom, bonito e bem servido.


De cortesia, a sobremesa era gelatina de café com leite condensado. O gosto do café era bem presente e o leite condensado deu uma quebrada muito boa. Bem levinho, muito bom para fechar a refeição.

Ficha feliz:
  • Satisfação da gordinha: saiu rolando bem feliz por finalmente ter riscado o lugar da lista!
  • Preju: R$57 - não aceitam cartões de crédito, só débito
  • Unidade visitada: 
    • Rua São Joaquim, 394 (esquina com a Rua Galvão Bueno) - Liberdade 
    • (11) 3207-8569
  • Horário de funcionamento: 
    • Segunda à sexta, das 11:30 às 13:45 e das 18:30 às 22:30
    • Sábado, das 11:30 às 13:45 e das 18:30 às 21:30
  • Visa vale? Nop 

Comentários

  1. Sempre tenho um medinho de comer nesses restaurantes da Liberdade!
    Não pelo ambiente, que as vezes nos deixam meio que inseguras quanto à higiene do lugar, mas também pelos cardápios, que na maioria das vezes não entendemos nada!
    Esses restaurantes da liberdade são mega tradicionais e nada parecidos com os rodízios que estamos acostumadas,né?!
    Parabéns pelo post! Adorei!
    Vou voltar sempre :)
    Beijos

    www.vanillathought.wordpress.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário