Pular para o conteúdo principal

Eataly São Paulo

Fiquei imediatamente apaixonada quando conheci o Eataly de Nova York há quase 4 anos atrás (wow, o tempo voa) e jamais pensaria que um dia uma filial desse antro de comida boa fosse abrir por essas bandas. E não é que rolou? Crise onde, minha gente? O lugar tá sempre cheio e as filas para os restaurantes estão impossíveis!


Como estava morrendo de curiosidade, fui lá na última sexta de manhã, só para conhecer e comprar algumas coisinhas bááásicas para levar para casa. Eram quase 11 horas e as filas já atravessavam os corredores do segundo andar! A La Piazza também tem recepção porque o esquema "pegue uma mesa quando encontrar uma" jamais funcionaria na selvageria vida louca brasileira. Pelo menos nas outras áreas a circulação estava tranquila.


A primeira parte que fui conhecer foi a padaria porque eu PRECISAVA de uma focaccia. Infelizmente não tinha nenhuma com presunto cru (tinha para vender e esquecemos de pegar no final) mas comi uma de shimeji e outra de quatro queijo que estavam bem boas. O preço varia com o peso e paguei na média R$10 em cada, bem servidas (e garanti o café da manhã do fim de semana, hehe). Havia pães para degustar e nos apaixonamos pelo de azeitonas, integral, cheio de sabor por R$16. Uma bitela que precisa ser consumida o mais rápido possível porque fica insuportavelmente duro 3 dias depois. Divida com a família, peguei o menor e mesmo assim foi muito pão para mim!


Depois fui para o chocolate, com doces lindos na "vitrine", foi muito difícil escolher o que levar por R$12 cada um (outra coisa que valeu muito a pena). O meu favorito foi o spumone de mascarpone: tinha uma crostinha bem fininha de chocolate, base de chocolate com castanhas trituradas e um toquezinho de café; muito suave, cheio de delicadezas, um sonho de se comer. É o redondinho com uma espiral na foto abaixo! Também levei um tiramisu lindo, igualmente suave e tudibom (são os cubos com layers da foto).
Não caia na tentação de levar as trufinhas lindas vendidas logo ao lado se não estiver disposto a pagar 390 REAIS o quilo. Minha irmã não imaginou que um absurdo desse era possível e quando descobriu já era tarde demais. Devo dizer que o de amêndoas e o de laranja são muito, muito gostosos, mas por esse preço não dá!


Ficamos na vontade de levar as massas frescas (o preço parece ser bacana, mas é a cada 100g e aqui em casa tem muita gente xD) e não resisti em levar um vinagre balsâmico que estava pela bagatela de R$17 (que ainda não experimentei). Minha vontade era de levar um de cada, passei um tempão namorando aquela gôndola - e encontrei um velho amigo que já tinha me assustado com o preço em NY, por quase 200 dólares, e aqui por praticamente R$700! Pensando na conversão até que a diferença não é tanta, ou seja, ele mantém a consistência de preço de outro universo em ambas as moedas.


Minha irmã ainda trouxe 2 vinhos depois que fomos muito bem atendidas por um NPC-atendente, que surgiu do nada ouvindo a nossa conversa. Segundo ele são vinhos bobos (ele não disse com essa palavras para não ofender) e bem doces, que são ótimos gelados em um dia quentinho comendo petisquinhos. Já abrimos o Moscato e conseguimos visualizar muito bem a cena sugerida, haha! É muito gostoso, 5% de teor alcoolico e mesmo assim fui incompetente o suficiente para ficar com a cara vermelha e queimando com meia taça! \o/


Esta unidade tem mais cara de shopping e tem muito mais frescura que a gringa, adorei de qualquer jeito! É sempre bom ter um lugar super foda assim a 20 minutos de casa, de carro, e bem acessível com transporte público. Falando nisso, tem um valet/estacionamento no subsolo que cobra R$6 a cada meia hora e desconta 1 minuto adicional a cada 1 real em compras, logo é bem barato (ainda mais porque a gente esperava um valor muito mais irreal!).

Compras para a casa =D
 Ficha feliz:
  • Satisfação da gordinha: saiu muito feliz e com sacolinhas cheias
  • Preju: ao todo? Nem quero saber xD
  • Unidade visitada:
    • Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 1489
    • (11) 3279-3300
    • sac@eataly.com.br
  • Horário de funcionamento:
    • Mercado: todos os dias das 8:00 às 23:00 (algumas partes como a padaria e os sorvetes abrem à 10:00)
    • Restaurantes: segunda à sexta das 11:30 às 15:00 e das 18:30 às 23:00
    • Sábado e domingo das 12h às 16h e das 19h às 23h
  • Site: http://www.eataly.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Outback

Siiim! Finalmente um post sobre o lendário Outback, diretamente da minha unidade favorita! Wow, comecei o ano escrevendo muita coisa que estava devendo para minha consciência gordinha, que alegria!
Sei que o lugar dispensa apresentações: bacanudo, atendimento eficiente, comida boa e engordativa, filas insanas e a conta um pouco salgada. Mas acho que vale muito a pena reforçar tudo isso, além de expor algumas técnicas de sobrevivência que nunca caem de moda, aiquifodis.

A primeira delas é tentar chegar lá o mais cedo possível e com metade das pessoas que se sentarão com você presentes. Se algum destes itens faltar, é sentar e esperar, e muito. Em minha última visita, fui com a minha irmã e sobrinha um pouco depois que a casa abriu para o jantar em uma terça-feira, às 17:45. Às 18:30 resolvemos olhar um pouco a nossa volta e todas as mesas estavam ocupadas, é coisa de louco.


Começamos os trabalhos pedindo os clássicos Iced tea, servidos em caneconas estilosas (cujo modelo mudou desde o…

Receita: Chá de Pobá

Era para ser divertido e gostoso... mas não foi bem assim. Estragamos muita coisa, arriscamos muito e no fim... eu nem gosto de pobá no chá porque aquelas bolinhas me dão nervoso, haha. Ainda acho mais fácil comprar pronto na Liberdade mesmo! 

Nível de dificuldade: médio, se a gente soubesse das instruções antes Porção: com o que sobrou do que deu certo, 4 copos grandes 
Ingredientes: 1 xícara (chá) de bolinhas de tapioca 2 xícaras (chá) de água 1/4 de xícara (chá de mel)1 xícara (chá) de açúcar mascavoLeite, creme de leite ou leite condensado à gostoChá preto forteAçúcar, mel ou frutose para adoçar
Modo de preparo simples: Cozinhe as bolinhas de pobá e reserve. Enquanto isso aqueça a água e acrescente o mel e o açúcar mascavo. Deixe a mistura esfriar e jogue as bolinhas. Monte em um copo as bolinhas coadas, o chá, o leite, o gelo e adoce à gosto. 
Modo de preparo com dificuldades da vida:  A únicas bolinhas que encontramos para vender na Liberdade eram branquinhas (na Casas Bueno, não est…

Receita própria: Banana com Neston

Parece bobo e realmente é: sabe o slogan do (ou da?) Neston que é algo a ver com existirem 1000 maneiras de prepará-lo? Quando eu era criança eu queria experimentar os 1000 jeitos e às vezes apelava para conseguir mais receitas diferentes: por exemplo, ter açúcar em uma e não ter geravam duas receitas, uhul!  Depois passei muito tempo sem querer ver uma lata de Neston na minha frente (sim, eu sei que agora não é mais lata mas *velhinha mode on* na minha época era *velhinha mode off*) porque eu tenho essa mania de gostar de algo e comer até enjoar. Há pouco tempo voltei a misturar esses floquinhos felizes em uma coisa ou outra, mas com moderação. 
Gostaria de dividir com vocês receitas mais legais mas cozinho tão bem quanto sei voar. Então é o que temos para hoje: Banana com Neston! \o/

Porção: 1 pratinho cheio para uma pessoa Nível de dificuldade: besta de tão fácil que é
Ingredientes: 1 banana (pode ser de qualquer tipo) 2 colheres de sobremesa de neston 1 colher de sobremesa de açúcar o…