Receita: Tiramisu

Hoje é Dia de Ação de Graças na gringa! Aqui não muda nada, nem mesmo Black Friday de verdade a gente tem, então vamos de receita de doce feliz: o Tiramisu.
É muito fácil, muito bom e com risco de contaminação de salmonela se você não comprar os ovos certinhos. Nós não compramos e ficamos naquela tensão-quarentena até, segundo o grande wikipedia, ter passado o tempo para os prováveis sintomas aparecerem!

Como de praxe, não seguimos à risca uma mesma receita, mesclamos duas de acordo com o que tínhamos e ainda substituímos um ingrediente na caruda. 

Porção: 1 pirex
Nível de dificuldade: fácil para pessoas normais 

Ingredientes: 
  • Bolacha champagne suficiente para fazer as camadas
  • 6 ovos (de preferência pasteurizados)
  • 150 g de açúcar (ou uma xícara)
  • 400 g de queijo mascarpone
  • Café sem açúcar (o suficiente para uma tigela, 2 xícaras talvez)
  • Um shot de vinho do porto
  • 100 g de chocolate em pó

Modo de preparo correto
Quebre os ovos e separe as claras das gemas. Bata as claras em neve com meia xícara de açúcar e separe. Bata depois as gemas com a outra metade do açúcar e o queijo mascarpone. Junte as claras em neve cuidadosamente a esta mistura. Para montar, embebede as bolachas champagne na mistura de café com o vinho, forme com elas uma camada no fundo do pirex, acrescente um pouco do creme, faça outra camada com as bolachas e assim por diante. No final, povilhe o chocolate em pó com a ajuda de uma peneira. Coloque na geladeira por 12 horas e pronto!


Modo de preparo alternativo 
Não separamos muito bem as claras das gemas, logo elas não viraram neve. Como não queríamos perder 6 ovos, continuamos com a receita mesmo assim.

Também não encontramos as bolachas champagne e nem mesmo as que também poderiam ser como a Savoiardi ou a Ladyfingers (estávamos fora do Brasil, heh). A última opção que vimos foi usar um bolinho branco neuro, mais ou menos como aqueles compridinhos que a Pullman vende. O problema é que eles se encharcam da mistura do café com vinho muito fácil, então alguns pedaços ficaram demais e outros de menos porque eu não tinha muita noção do ponto ideal (e continuei sem saber até o final, hehe). 

Para completar resolvemos acrescentar um pouco de vinho no creme também, então o gosto ficou mais presente e isso até que foi bom!

E, pasmem, o tiramisu ficou gostoso mesmo com todos esses problemas! Quer doce melhor para se fazer nessa vida? 

Bonus round: video da linda batedeira da Kitchen Aid da sogra em ação! 


Comentários