Pular para o conteúdo principal

Eataly São Paulo

Fiquei imediatamente apaixonada quando conheci o Eataly de Nova York há quase 4 anos atrás (wow, o tempo voa) e jamais pensaria que um dia uma filial desse antro de comida boa fosse abrir por essas bandas. E não é que rolou? Crise onde, minha gente? O lugar tá sempre cheio e as filas para os restaurantes estão impossíveis!


Como estava morrendo de curiosidade, fui lá na última sexta de manhã, só para conhecer e comprar algumas coisinhas bááásicas para levar para casa. Eram quase 11 horas e as filas já atravessavam os corredores do segundo andar! A La Piazza também tem recepção porque o esquema "pegue uma mesa quando encontrar uma" jamais funcionaria na selvageria vida louca brasileira. Pelo menos nas outras áreas a circulação estava tranquila.


A primeira parte que fui conhecer foi a padaria porque eu PRECISAVA de uma focaccia. Infelizmente não tinha nenhuma com presunto cru (tinha para vender e esquecemos de pegar no final) mas comi uma de shimeji e outra de quatro queijo que estavam bem boas. O preço varia com o peso e paguei na média R$10 em cada, bem servidas (e garanti o café da manhã do fim de semana, hehe). Havia pães para degustar e nos apaixonamos pelo de azeitonas, integral, cheio de sabor por R$16. Uma bitela que precisa ser consumida o mais rápido possível porque fica insuportavelmente duro 3 dias depois. Divida com a família, peguei o menor e mesmo assim foi muito pão para mim!


Depois fui para o chocolate, com doces lindos na "vitrine", foi muito difícil escolher o que levar por R$12 cada um (outra coisa que valeu muito a pena). O meu favorito foi o spumone de mascarpone: tinha uma crostinha bem fininha de chocolate, base de chocolate com castanhas trituradas e um toquezinho de café; muito suave, cheio de delicadezas, um sonho de se comer. É o redondinho com uma espiral na foto abaixo! Também levei um tiramisu lindo, igualmente suave e tudibom (são os cubos com layers da foto).
Não caia na tentação de levar as trufinhas lindas vendidas logo ao lado se não estiver disposto a pagar 390 REAIS o quilo. Minha irmã não imaginou que um absurdo desse era possível e quando descobriu já era tarde demais. Devo dizer que o de amêndoas e o de laranja são muito, muito gostosos, mas por esse preço não dá!


Ficamos na vontade de levar as massas frescas (o preço parece ser bacana, mas é a cada 100g e aqui em casa tem muita gente xD) e não resisti em levar um vinagre balsâmico que estava pela bagatela de R$17 (que ainda não experimentei). Minha vontade era de levar um de cada, passei um tempão namorando aquela gôndola - e encontrei um velho amigo que já tinha me assustado com o preço em NY, por quase 200 dólares, e aqui por praticamente R$700! Pensando na conversão até que a diferença não é tanta, ou seja, ele mantém a consistência de preço de outro universo em ambas as moedas.


Minha irmã ainda trouxe 2 vinhos depois que fomos muito bem atendidas por um NPC-atendente, que surgiu do nada ouvindo a nossa conversa. Segundo ele são vinhos bobos (ele não disse com essa palavras para não ofender) e bem doces, que são ótimos gelados em um dia quentinho comendo petisquinhos. Já abrimos o Moscato e conseguimos visualizar muito bem a cena sugerida, haha! É muito gostoso, 5% de teor alcoolico e mesmo assim fui incompetente o suficiente para ficar com a cara vermelha e queimando com meia taça! \o/


Esta unidade tem mais cara de shopping e tem muito mais frescura que a gringa, adorei de qualquer jeito! É sempre bom ter um lugar super foda assim a 20 minutos de casa, de carro, e bem acessível com transporte público. Falando nisso, tem um valet/estacionamento no subsolo que cobra R$6 a cada meia hora e desconta 1 minuto adicional a cada 1 real em compras, logo é bem barato (ainda mais porque a gente esperava um valor muito mais irreal!).

Compras para a casa =D
 Ficha feliz:
  • Satisfação da gordinha: saiu muito feliz e com sacolinhas cheias
  • Preju: ao todo? Nem quero saber xD
  • Unidade visitada:
    • Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 1489
    • (11) 3279-3300
    • sac@eataly.com.br
  • Horário de funcionamento:
    • Mercado: todos os dias das 8:00 às 23:00 (algumas partes como a padaria e os sorvetes abrem à 10:00)
    • Restaurantes: segunda à sexta das 11:30 às 15:00 e das 18:30 às 23:00
    • Sábado e domingo das 12h às 16h e das 19h às 23h
  • Site: http://www.eataly.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Receita: Chá de Pobá

Era para ser divertido e gostoso... mas não foi bem assim. Estragamos muita coisa, arriscamos muito e no fim... eu nem gosto de pobá no chá porque aquelas bolinhas me dão nervoso, haha. Ainda acho mais fácil comprar pronto na Liberdade mesmo! 

Nível de dificuldade: médio, se a gente soubesse das instruções antes Porção: com o que sobrou do que deu certo, 4 copos grandes 
Ingredientes: 1 xícara (chá) de bolinhas de tapioca 2 xícaras (chá) de água 1/4 de xícara (chá de mel)1 xícara (chá) de açúcar mascavoLeite, creme de leite ou leite condensado à gostoChá preto forteAçúcar, mel ou frutose para adoçar
Modo de preparo simples: Cozinhe as bolinhas de pobá e reserve. Enquanto isso aqueça a água e acrescente o mel e o açúcar mascavo. Deixe a mistura esfriar e jogue as bolinhas. Monte em um copo as bolinhas coadas, o chá, o leite, o gelo e adoce à gosto. 
Modo de preparo com dificuldades da vida:  A únicas bolinhas que encontramos para vender na Liberdade eram branquinhas (na Casas Bueno, não est…

Outback

Siiim! Finalmente um post sobre o lendário Outback, diretamente da minha unidade favorita! Wow, comecei o ano escrevendo muita coisa que estava devendo para minha consciência gordinha, que alegria!
Sei que o lugar dispensa apresentações: bacanudo, atendimento eficiente, comida boa e engordativa, filas insanas e a conta um pouco salgada. Mas acho que vale muito a pena reforçar tudo isso, além de expor algumas técnicas de sobrevivência que nunca caem de moda, aiquifodis.

A primeira delas é tentar chegar lá o mais cedo possível e com metade das pessoas que se sentarão com você presentes. Se algum destes itens faltar, é sentar e esperar, e muito. Em minha última visita, fui com a minha irmã e sobrinha um pouco depois que a casa abriu para o jantar em uma terça-feira, às 17:45. Às 18:30 resolvemos olhar um pouco a nossa volta e todas as mesas estavam ocupadas, é coisa de louco.


Começamos os trabalhos pedindo os clássicos Iced tea, servidos em caneconas estilosas (cujo modelo mudou desde o…

Surah

Pelo mesmo amigo que nos levou ao Miss Korea, conhecemos o Surah, que também é um lugar de churrasco coreano só que desta vez mais perto de casa e com um esquema muito mais em conta: 30 dólares por pessoa e podendo comer tudo à vontade - inclusive dá para ser o maluquinho dos frutos do mar e se entupir só de camarão, coisa que não faço porque tenho preguiça de tirar a casca de todos e vamos combinar que uma carne fritinha é muito mais interessante, hehe.


O ambiente é todo coreano, inclusive as músicas, e foi muito bom ter novamente alguém que sabia o que pedir e ainda pedir no idioma original, haha. Há muitas mesas, muita conversa e mesmo assim os funcionários se desdobravam para atender todos. O difícil deste tipo de lugar é que eles precisam ficar de olho nas carnes das grelhas de todas as mesas, se estão boas, se precisam ser repostas, cortadas, etc. A gente não se importava de cuidar da nossa própria carne e mesmo assim sempre alguém aparecia para cuidar da nossa grelha.


Além das…