Pular para o conteúdo principal

Octavio Café

A melhor referência para o Octavio Café é "aquele café bonito que fica na Faria Lima" - e vou te dizer que o lugar é mui bonito, tanto por dentro quanto por fora. Apesar de ser bem grande, tivemos a impressão de pegar a última mesa vaga no meio da tarde, talvez porque havia uma mesona no meio do salão ocupada por uma família asiática gigante.


Passamos horas lá com muita facilidade, principalmente porque era difícil conseguir chamar a atenção de um atendente (tive que usar a primorosa técnica de ficar com o braço estendido e balançando no ar sem parar por uns minutos). Não sei se era por causa do tamanho do salão, o número de pessoas ou se era porque com certeza éramos os mais perrapados dali. Pelo menos, depois que conseguíamos fazer o pedido, a espera foi bem mais curta.


Começamos com as bebidas de cafés gelados onde usamos o cupom do Dois por um, que poderiam ser quentes também mas deveriam ser iguais. Escolhemos o Octavio Shake que era café com sorvete de creme, chocolate e macadâmia triturada por cima. Muito gostoso e a gente não tenha tido a finese de não ficar raspando o chocolate com o canudo, hehe! Valeu mesmo a pena por causa do cupom, fora isso, acho que não pagaria R$20 só por ele.


O cardápio era gigante, tinha muita coisa diferente, dependendo até se era café da manhã, almoço ou jantar. Pedimos um Trio de Crème brûlée (pra quê tanto acento em tão poucas palavras?) que estava sensacional! O primeiro era o de baunilha, clássico, cujo único problema era estar mole demais (e não que eu tenha realmente ligado para isso); o segundo era de nutella com perfume de café (que estava realmente bem suave) e o terceiro era de laranja, cardamomo e raspas de laranja por cima, talvez o melhor dos três. Este sim teve um bom custo-benefício!


Não podíamos sair de lá sem pedir um café coado por um processo diferentão e escolhemos o Dutch Coffee, que é extraído com água gelada por um processo que não faço ideia de qual seja em uma máquina que para mim não faz sentido algum (pena que ela não veio à mesa, achei este link com a foto dela e uma explicação decente). O objetivo da parnafenalha toda é deixar a cafeína e o amargo para trás, resultando em um café mais doce naturalmente. O nosso veio com limão e eu achei meio estranho, não estou acostumada a ver os dois juntos e muito menos frio! O mais surpreendente é que o gosto que fica na boca é completamente diferente da bebida em si e me lembrou muito o que seria o cheiro do café, que é a parte que eu mais gosto! Já o meu amigo teve uma opinião totalmente oposta: ele gostou da bebida, não gostou do gosto que ficou e achou que essa coisa de comparar com o cheiro maluquice. Talvez seja porque ele tem mais costume de beber café que eu. xD


Adorei o lugar e quero muito voltar e levar todo mundo que eu conheço lá para provar mais coisas do cardápio, mesmo correndo o risco de ser fortemente ignorada por um tempinho!


Ficha feliz:
  • Satisfação da gordinha: saiu muito feliz e voltaria sempre se fosse granfa 
  • Preju: octavio shake R$20, trio de brulees R$18, dutch coffee R$20
  • Unidade visitada:
    • Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2996 - Jardim Paulistano
    • (11) 3074-0110
  • Horário de funcionamento:
    • Segunda à sexta, das 7:30 às 21:30
    • Sábado e domingo, das 9:00 às 22:00
    • Só é preciso se informar sobre os horários em que estão valendo os menus de café da manhã, almoço e janta
  • Lotação: 150 lugares
  • Visa vale? Sim!
  • Site: http://www.octaviocafe.com/Site/php

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Receita: Chá de Pobá

Era para ser divertido e gostoso... mas não foi bem assim. Estragamos muita coisa, arriscamos muito e no fim... eu nem gosto de pobá no chá porque aquelas bolinhas me dão nervoso, haha. Ainda acho mais fácil comprar pronto na Liberdade mesmo! 

Nível de dificuldade: médio, se a gente soubesse das instruções antes Porção: com o que sobrou do que deu certo, 4 copos grandes 
Ingredientes: 1 xícara (chá) de bolinhas de tapioca 2 xícaras (chá) de água 1/4 de xícara (chá de mel)1 xícara (chá) de açúcar mascavoLeite, creme de leite ou leite condensado à gostoChá preto forteAçúcar, mel ou frutose para adoçar
Modo de preparo simples: Cozinhe as bolinhas de pobá e reserve. Enquanto isso aqueça a água e acrescente o mel e o açúcar mascavo. Deixe a mistura esfriar e jogue as bolinhas. Monte em um copo as bolinhas coadas, o chá, o leite, o gelo e adoce à gosto. 
Modo de preparo com dificuldades da vida:  A únicas bolinhas que encontramos para vender na Liberdade eram branquinhas (na Casas Bueno, não est…

Outback

Siiim! Finalmente um post sobre o lendário Outback, diretamente da minha unidade favorita! Wow, comecei o ano escrevendo muita coisa que estava devendo para minha consciência gordinha, que alegria!
Sei que o lugar dispensa apresentações: bacanudo, atendimento eficiente, comida boa e engordativa, filas insanas e a conta um pouco salgada. Mas acho que vale muito a pena reforçar tudo isso, além de expor algumas técnicas de sobrevivência que nunca caem de moda, aiquifodis.

A primeira delas é tentar chegar lá o mais cedo possível e com metade das pessoas que se sentarão com você presentes. Se algum destes itens faltar, é sentar e esperar, e muito. Em minha última visita, fui com a minha irmã e sobrinha um pouco depois que a casa abriu para o jantar em uma terça-feira, às 17:45. Às 18:30 resolvemos olhar um pouco a nossa volta e todas as mesas estavam ocupadas, é coisa de louco.


Começamos os trabalhos pedindo os clássicos Iced tea, servidos em caneconas estilosas (cujo modelo mudou desde o…

Surah

Pelo mesmo amigo que nos levou ao Miss Korea, conhecemos o Surah, que também é um lugar de churrasco coreano só que desta vez mais perto de casa e com um esquema muito mais em conta: 30 dólares por pessoa e podendo comer tudo à vontade - inclusive dá para ser o maluquinho dos frutos do mar e se entupir só de camarão, coisa que não faço porque tenho preguiça de tirar a casca de todos e vamos combinar que uma carne fritinha é muito mais interessante, hehe.


O ambiente é todo coreano, inclusive as músicas, e foi muito bom ter novamente alguém que sabia o que pedir e ainda pedir no idioma original, haha. Há muitas mesas, muita conversa e mesmo assim os funcionários se desdobravam para atender todos. O difícil deste tipo de lugar é que eles precisam ficar de olho nas carnes das grelhas de todas as mesas, se estão boas, se precisam ser repostas, cortadas, etc. A gente não se importava de cuidar da nossa própria carne e mesmo assim sempre alguém aparecia para cuidar da nossa grelha.


Além das…